Historial  |  Corporações   |  Tipologias  |  Info  |  Memória

Corporações // Apresentação sumária dos CBs (enfoque no período)

• BVL       Bombeiros Voluntários de Lisboa

• BVA      Bombeiros Voluntários da Ajuda

• BVL      Bombeiros Voluntários Lisbonenses

• BVCO    Bombeiros Voluntários de Campo de Ourique

• BVCM   Bombeiros Voluntários da Cruz de Malta

• BVBO       Bombeiros Voluntários do Beato e Olivais (designação desde 2010: Bombeiros Voluntários do Beato)

• BVCR       Bombeiros Voluntários de Cabo Ruivo

BVA - Bombeiros Voluntários da Ajuda

 

Fundado em 1880, este CB Voluntários é um dos mais antigos em Portugal. Um dos seus Comandantes foi o Príncipe Real D.Afonso e o seu primeiro quartel uma dependência do Palácio Real da Ajuda. Vicissitudes diversas levaram a que a base operacional dos BV da Ajuda fosse transferida para fora da sua zona vocacional de intervenção (bairro da Ajuda, actualmente em Lisboa mas originariamente fora dela), vindo o respectivo quartel (único) a fixar-se a partir de 1907 no centro da capital (em 2 localizações sucessivas, embora contíguas). Em 2016 este CB foi porém novamente transferido para a zona da Ajuda (no extremo ocidental da Cidade), alojado embora de momento em instalações provisórias.

 

De acordo com um padrão que foi e ainda é traço característicos do escopo operacional dos Bombeiros Voluntários em Portugal, o Serviço de Saúde (atendimento e transporte de doentes e feridos, incluindo em situações de alteração grave da ordem pública aliás frequentes no final do Sec XIX e início do Sec XX) teve sempre um lugar de destaque na acção dos BV da Ajuda, a par das intervenções de combate a incêndios e em outras emergências. Foi aliás adoptada a designação de Cruz Verde em complemento da denominação formal do CB, o que ressalta fortemente no escudo oficial deste CB.

 

As imagens mais antigas disponíveis revelam a existência de macas rodadas e de outros veículos afectos ao Serviço de Saúde, incluindo um posto de socorros móvel, de tipo braçal ou hipomóvel (mais tarde motorizado, conforme registo fotográfico antigo).

 

Segundo imagens de época os meios de tracção braçal acima referidos coexistiram com meios automóveis afectos ao Serviço de Incêndios (aqui não representados), aparentando origem na primeira década do Sec XX. A informação disponível no Museu e Arquivo dos BV da Ajuda não permite porém referenciar devidamente estas viaturas. Não obstante tais limitações poderá afirmar-se o seguinte, com base na observação de fotografias constantes em diferentes fontes:

 

a) em 1907 existia já, pelo menos, um APS ligeiro, aparentemente adaptado a partir de viatura de turismo

b) em 1925 o parque automóvel comportava, pelo menos: 1 AM e 4 viaturas ligeiras de tipo APS (ou de apoio), incluindo a que está referenciada desde 1907. Presume-se (sem confirmação objectiva porém) que todos ou alguns destes meios suportassem a operação dos BV da Ajuda na década de 30 ainda.

 

Tem-se por certo que nos anos 40 (ou mesmo antes) foram adquiridos meios motorizados, modernos para a época, no mínimo um APS ligeiro, dito Extra Rápido, Packard (fornecido novo pela firma H.Vaultier) e uma AM Fargo. A primeira destas viaturas (de configuração e designação aparentemente inspirada na classe ASS do BSB com entrada a serviço em 1930/31) complementaria assim a acção de um meio pesado mais antigo, cuja imagem se apresenta nesta plataforma sem quaisquer referências porém.

 

Na década de 50 e a par de outras viaturas (novas ou usadas) entrou a serviço um excelente APS médio/pesado, cuja vida operacional neste CB foi longa apesar de se tratar de um modelo de caixa aberta.

 

Na década de 60 regista-se a presença de um PSL (Ford; doado pelo ex-BSB, após abate) o qual daria lugar, já na década de 70, a uma viatura funcionalmente equivalente e já de caixa fechada (Dodge/Pierce/Jacinto M.O.). Esta seria também operada, mais tarde, pelos BV da Cruz de Malta (nesta plataforma existem imagens da mesma viatura com as marcas identificadoras de ambos os CB).

 

À semelhança do ocorrido com outros CB da capital o ex-BSB cedeu (após abate ao efectivo) aos BV da Ajuda um APS Chevrolet bem como um AT Bedford. Desconhecem-se as datas destes movimentos, que poderão ter tido lugar na década de 70.

 

Ao longo do período 1930-1979 existiram sempre neste CB viaturas automóveis de tipologia APS, a par de um número (mais significativo) de AMs e ainda ATs (da década de 60 em diante). Assinala-se ainda que os BV da Ajuda (a par dos BV Lisbonenses, dos BV de Campo de Ourique e dos BV da Cruz de Malta) operaram, nas décadas de 60/70, um PSM-Posto de Socorros Móvel sobre chassis Citroën H (sem imagens disponíveis).

 

Este CB mantém ainda hoje, como peça museológica e de parada (ainda operacional em 2014), um jeep Willys ¼ Ton da década de 40 (?), provavelmente originário do Exército Português que o terá doado provavelmente entre o final dos anos 50 e o início dos anos 60.

 

As fotos disponibilizadas nesta plataforma respeitam a alguns dos meios ao serviço ou adquiridos no período 1930-1979, cujas imagens e referências foram passíveis de recuperação, independentemente do respectivo relevo histórico ou operacional. Em anos mais recentes o parque automóvel de intervenção foi substancialmente aumentado, nomeadamente mediante a importação (sobretudo da Alemanha) de viaturas pesadas usadas das tipologias APS e SDP.

 

Para efeitos de articulação com o então BSB foi atribuída a este CB a designação de 2ª Secção Auxiliar de Incêndios (da Cidade de Lisboa)

 

Referª 1: F. H. Santos (Coord.); Bombeiros Portugueses-seis séculos de história (2 vols).SNB/LBP, Lisboa 1995

Referª 2: http://www.bvajuda.pt/index.html

Referª 3: blogue Restos de Colecção (http://restosdecoleccao.blogspot.pt/2014/07/bombeiros-voluntarios-da-ajuda.html)

 

 

 

YouTube (actual):

www.youtube.com/watch?v=AUiQ7qx-qSQ

 

 

© LIS50 | 2016  50 anos de veículos automóveis dos Bombeiros de Lisboa-de 1930 a 1979 // (iniciativa privada, de âmbito histórico, sem fins lucrativos)Por razões de rigor histórico aceitam-se e agradecem-se todos os contributos válidos, institucionais ou individuais, tendentes a complementar ou a aperfeiçoar os elementos factuais e as imagens aqui constantes - lis50.info@gmail.com